EconomiaMundoNegóciosRelações diplomáticasRelações económicasRelações jurídicasXi Jinping em “viagem com vigor da Primavera” à Europa

Esta é a primeira série de visitas ao exterior, razão pela qual está a atrair muita atenção internacional
26 de Março, 2019684 min

O presidente chinês, Xi Jinping, iniciou, no passado dia 21 de Março uma ronda de visitas de estado a Itália, Mónaco e França. Esta é a primeira série de visitas ao exterior, razão pela qual está a atrair muita atenção internacional.

Em entrevista,  o vice-ministro da chancelaria chinesa, Wang Chao, disse que ” esta viagem é de grande importância para promover as relações entre a China e os três países”. Wang indicou que escolher a Europa como a primeira viagem ao exterior do presidente chinês demonstra que “a China atribui uma grande importância ao continente europeu”.

Estas visitas têm um objectivo claro: Apesar das mudanças nas circunstâncias internacionais, a China considera a UE como um parceiro importante para a cooperação estratégica e encara o estreitamento de laços com a Europa como uma prioridade diplomática, assente na ideia da criação da nova Rota da Seda

Este ano decorre o 15º aniversário do estabelecimento das relações de parceria estratégica global entre a China e a Itália e, em 2020, são celebrados os 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas bilaterais. Segundo Wang Chao, as duas partes querem aproveitar esta visita de Xi Jinping para aprofundar o relacionamento bilateral.

O Mónaco é o segundo país visitado por Xi Jinping. Wang Chao declarou que o líder chinês terá uma reunião com o príncipe Albert II. Os dois líderes vão discutir questões de interesse comum e encontrar novas vias para uma nova era nas relações bilaterais.

Por fim, Xi Jinping visita a França. Coincidindo com o 55º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas sino-francesa, esta visita é a segunda viagem feita por Xi Jinping a este país, após cinco anos. Durante a sua estadia, Xi Jinping e o presidente francês, Emmanuel Macron, vão discutir as grandes questões regionais e internacionais e de interesse comum, além de assinarem acordos cooperativos em áreas de energia, transporte, agricultura, finanças, cultura e tecnologia.

“Esperamos que estas visitas possam trazer o vigor da primavera às relações sino-europeias. A China está disposta a aprofundar a cooperação e diálogo com a Europa, promovendo o relacionamento bilateral e contribuir para a paz e o desenvolvimento mundial.”

 

 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *