CulturaWorkshop de Mandarim em outubro na Fundação Oriente

Gao Hengyu será a formadora ao longo das quatro sessões de workshop.
10 de Setembro, 20191443 min

A Fundação Oriente realiza em outubro um workshop de Mandarim. Gao Hengyu será a formadora ao longo das quatro sessões de workshop.

Para a Fundação Oriente, o principal objetivo desta iniciativa é dar a conhecer alguns “princípios básicos do Mandarim para contextos profissionais ou de lazer, os fundamentos da língua chinesa, bem como os principais conteúdos sócios culturais”.

A expressão Isso para mim é chinês, embora continue a ser muito utilizada começa, aos poucos, a cair em desuso nos dias de hoje. Com 80 mil caracteres – chamados hanzis – a procura pelo ensino do Mandarim é cada vez maior nos países ocidentais e, em Portugal, já são cerca de 10 as instituições que lecionam cursos, workshops e licenciaturas sobre a língua chinesa.

Ao fim das quatro sessões de workshop, os participantes irão possuir um conhecimento de vocabulário e recursos gramaticais básicos, “como identificar as vogais, as consoantes e compor frases essenciais para a comunicação em situações do dia-a-dia, bem como em situações de comunicação formal e profissional”.

Natural da China, Gao Hengyu será a formadora. É Licenciada na Universidade de Harbin, e atualmente é docente no Socius do ISEG de língua e cultura chinesa, no ISCTE do curso de mandarim e do York School Lisboa.

O workshop decorrerá de 5 a 26 de outubro e será dividido em quatro sessões, nos dias 5, 12, 19 e 26 de outubro, das 14h30 até às 17h30. O número mínimo de participantes é de 10 e o máximo de 20. A participação no workshop tem um custo de 60 euros por pessoa.

Aos interessados, a ficha de inscrição já se encontra disponível em http://www.museudooriente.pt/3394/workshop-de-mandarim.htm#.XXd5iChKjIV

 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *