CulturaWorkshop “Da China para Portugal: Percurso, Expectativas e Vivências” a 16 de outubro em Lisboa 

O evento decorre na Sala de Conferências Lídia Gama – HDE e a entrada é gratuita, mediante inscrição.
27 de Setembro, 20191627 min

Em Portugal, a comunidade chinesa tem vindo a demonstrar uma expressão cada vez mais significante, sendo evidente o número crescente de indivíduos que se dirigem aos serviços de urgências dos hospitais. 

Por esse motivo, a Área de Gestão da Formação (AGF) do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC) decidiu, uma vez mais, organizar o workshop “Da China para Portugal: Percurso, Expectativas e Vivências”.

Este, será já o quarto workshop organizado pelo Ciclo Formativo “Diversidade Cultural: Cuidar no Hospital” relativo às ligações entre Portugal e a China. 

“A tradição já não é o que era! Ou será que é? Esta e muitas outras questões colocamos frequentemente quando falamos de populações migrantes”, revela a organização. Com a necessidade de se adaptarem às novas realidades que são vividas nos países para onde emigram, os migrantes chineses enfrentam inúmeras dificuldades, “sendo as mais visíveis ao nível da saúde”. 

O desfasamento entre as práticas de saúde tradicionais e as recomendações dadas pelos profissionais de saúde portugueses é uma evidência decorrente da prática diária que se manifesta em diferentes áreas. A maternidade, o cuidado à criança ou jovem e à família, e o próprio conceito de saúde e doença são algumas das dificuldades que estes enfrentam ao longo do processo.  

O sistema de saúde deve, então, adaptar-se a esta diversidade cultural para poder proporcionar serviços de saúde de excelência. O conhecimento das crenças, das práticas e dos rituais associados à saúde é fundamental “para que se possam criar soluções conjuntas dirigidas às especificidades desta população e, consequentemente se promova uma articulação eficaz e segura com esta comunidade”. 

 

workshop

Com o workshop, a organização pretende identificar algumas das particularidades históricas, sociais e identitárias da cultura chinesa, assim como delinear respostas conjuntas de acordo com as principais necessidades de saúde dos imigrantes chineses. Um outro objectivo será conhecer o significado de cuidas e as práticas específicas de cuidados de saúde desta cultura. 

O encontro tem início agendado para as 9 horas e a conclusão às 16 horas. Maria do Carmo Pinto, Maria do Céu Machado, Pedro Namora, Paulo Espiga, Moisés Ferreira, Lu Yang, Margarida Pimenta, Tânia Meneses, Bi Guan, Mafalda Costa, Helena Henriques, Irene Rodrigues, Sandra Xavier e Paulo Espiga são os convidados que irão, ao longo do dia, debater alguns temas ligados à comunidade chinesa.  

Por entre os temas, serão discutidos assuntos relacionados com a comunidade chinesa – O Império da China: História, Cultura e Saúde; A saúde e a doença na República Popular Chinesa em Portugal; Cultura Chinesa: Vivências no cuidar culturalmente sensível em saúde – bem como com a relação de Portugal com a China – A Medicina Tradicional Chinesa em Portugal; Equilíbrio Portugal e China: Juntos na promoção da saúde; Da China a Portugal: Testemunho pessoal; e migração chinesa em Portugal: reflexões do terreno para os cuidados de saúde. 

Aos interessados, a inscrição poderá ser feita através do contacto telefónico do AGF, o 213596441, ou através do correio electrónico agformacao@chlc.min-saude.pt

O evento decorre no dia 16 de outubro, das 9 horas às 16 horas, na Sala de Conferências Lídia Gama – HDE. A entrada é gratuita, mediante inscrição. 

 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *