NegóciosVistos Gold: Investimento chinês caiu um terço até maio 

Nos primeiros cinco meses do ano, o investimento chinês caiu 32% face a 2019. 
16 de Junho, 20208434 min

De acordo com os dados mais recentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), o investimento chinês caiu 32% nos primeiros cinco meses do ano, face ao período homólogo, para 65,5 milhões de euros.

Até maio, o investimento chinês captado tinha sido de 97 milhões de euros, num total de 173 vistos gold autorizados. “O montante total resultante da concessão de Autorização de Residência para Investimento (ARI) oriundo da China foi de 65,5 milhões de euros, num total de 119 vistos ‘gold’ atribuídos, menos 32% face ao mesmo período de 2019”, indica o relatório publicado pelo SEF no início desta semana.

Além da China, o Brasil e a Turquia, os dois países que vêm logo a seguir na tabela registaram igualmente uma queda nos primeiros cinco meses. O investimento proveniente do Brasil registou uma quebra, na ordem dos 34%, para 41,6 milhões de euros, num total de 62 ARI. Um ano antes, o investimento era de 63 milhões de euros, tendo sido concedidos 87 vistos. Já a Turquia, que no final de maio ascendia a 18,8 milhões de euros (38 ARI), menos 21,6% do que os 24 milhões de euros (46 vistos ‘gold’) registados entre janeiro e maio de 2019.

Em maio, o investimento captado através dos vistos ‘gold’ quase triplicou (192%) face ao mês homólogo de 2019, para 146 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nas estatísticas do SEF.

No mês passado, o investimento total resultante da concessão de Autorização de Residência para Investimento (ARI) atingiu 146.168.473,40 euros, o que representa um aumento de 192% face aos 50 milhões de euros registados em maio de 2019.

Maio registou o valor mensal mais alto de investimento captado desde março de 2017, quando foram angariados 192,4 milhões de euros em ARI. Relativamente a abril (28 milhões de euros), o investimento captado mais do que quintuplicou (421%).

Desde que o programa ARI foi lançado em outubro de 2012, o investimento acumulado até maio totaliza 5.286.156.889,96 euros. A China continua a ocupar a liderança com uma larga vantagem em relação ao Brasil e a Turquia, que ocupam o segundo e terceiro lugar nos investimentos por vistos gold.

 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *