ComunidadeCulturaTeatroTeatrau – VI Mostra de Teatro dos Países e Regiões de Língua Portuguesa 

Iniciativa decorre de 22 a 27 de outubro no Edifício do Antigo Tribunal, em Macau. O objectivo é aproximar a cultura dos vários países participantes.
20 de Outubro, 2019619 min

Pelo sexto ano consecutivo, o Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (SCEC) organiza vários espectáculos com companhias lusófonas. O objectivo é aproximar a cultura dos vários países.

Nesta edição, cinco países irão subir ao palco e mostrar os seus talentos teatrais. Em dia de estreia, sobe ao palco o espectáculo a Lenda de Timor, pelas 20 horas. No segundo dia é a vez de Sassa – A Salvação e a Morte “O Poder da Sedução” e a 24 de outubro o Diário de um Louco, no mesmo horário.

A 25 de outubro e também pelas 20 horas sobe ao palco os Desafios da Mulher na Arte e no dia seguinte repetem-se os espectáculos da Lenda de Timor, às 15 horas, e Sassa – A Salvação e a Morte “O Poder da Sedução” às 17.30 horas.

Para além destes, no mesmo dia actua pela primeira vez  Zhu Fu (Votos) pelas 20.30 horas. No último dia, voltam-se a repetir as apresentações, desta vez com os Desafios da Mulher na Arte, às 15 horas, Zhu Fu (Votos), às 17.30 horas e Diário de um Louco às 20.30 horas.

Para a realização dos espectáculos, o SCEC conta com o apoio do Instituto Cultural e da Direcção dos Serviços de Turismo Macau Government Tourist Office. A coordenação do mesmo está a cargo do Instituto Português do Oriente. 

Todos os espectáculos são de entrada livre. As portas fecham 10 minutos antes do início dos mesmos. 

 

Teatro

Zhu Fu (Votos)

O romance Zhu Fu (Votos) descreve a vida trágica da dona Xianglin e demonstra os conflitos sociais na China depois da Revolução de Xinhai. Ao longo do espectáculo, o encenador Lu Xun procura revelar a devastação e a perseguição que os proprietários de terras feudais fizeram às mulheres trabalhadoras. 

O espectáculo pertence à companhia Associação de Representação Teatral “Hiu Koc”, com sede em Macau. Trata-se de um grupo independente de arte dramática criado em 1975. Desde a sua fundação, já realizaram mais de 200 espectáculos, a maioria com guiões originais. 

 

Desafios da Mulher na Arte 

A peça conta a história de Mevis Chitsungo, uma jovem mulher que sonhava mudar o mundo através das artes. Com esse pensamento, ingressou num curso superior de dança conclui com nota máxima. O espectáculo está a cargo do Centro de Teatro do Oprimido, uma associação cultural sem fins lucrativos constituído desde 2003. O objectivo é difundir técnicas alternativas de comunicação em Moçambique e dinamizar a cultura, tornando-a um instrumento eficaz para a formação e educação. 

 

Diário de um Louco

De Portugal chega a peça da Companhia Primeira Pedra. O Diário de um Louco mostra um funcionário público que vive entre a esquizofrenia do poder e da riqueza e a paixão por Sophie. Todos os dias, Aksént regressa a casa frustrado por mais uma tentativa falhada de convidar Sophie para jantar. No seu quarto, passa horas a reler cartas e a escrever poemas. A Primeira Pedra é um colectivo artístico fundado em 2018. O grupo destaca-se pelas intervenções artísticas, pela organização de eventos multidisciplinares e pela produção de espectáculos. O objectivo é sempre o mesmo: procurar a unificação entre as áreas artísticas/criativas e os seus criadores. 

 

Sassa – A Salvação e a Morte “O Poder da Sedução”

Após perder os pais, um jovem decide que iria se tornar nu homem bem-sucedido e parte à luta para chegar a esse desígnio, mas o facto de não ter família faz com que seja rejeitado pela sociedade. A peça é da responsabilidade do Grupo Tradicional e Teatro e Dança , fundado em 2010. Nesse mesmo ano, foi considerado o melhor grupo de teatro na Competição de Teatro Nacional de São Tomé e Príncipe. 

 

Lenda de Timor 

Reza a lenda que vivia na Ilha Celebes um crocodilo tão velho que não conseguia caçar peixes do rio. Certo dia, e cheio de fome, decidiu subir as margens em bucas de um porco distraído que lhe servisse de refeição, mas tal não aconteceu. Já sem forças de regressar para a água, o crocodilo foi salvo por um rapaz que o puxou pela cauda até a água. A Lenda de Timor é pertencente à companhia Estrela de Rameleau. Um grupo criado por Humbelina Borromeu Duarte em 2018. O grupo artístico é constituído por estudantes do ensino secundário e superior de Timor Leste e também por alunos da Escola Portuguesa de Díli.  

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *