Notice: Trying to get property 'base' of non-object in /home/tt38d8ph/public_html/wp-content/plugins/seo-by-rank-math/includes/replace-variables/class-manager.php on line 134

Notice: Trying to get property 'base' of non-object in /home/tt38d8ph/public_html/wp-content/plugins/seo-by-rank-math/includes/replace-variables/class-manager.php on line 155
Ventiladores da China chegam na próxima semana a Portugal..
 

Covid-19Ventiladores comprados à China chegam esta semana a Portugal

Encomenda atrasou-se, mas governo já fretou um avião para começar a trazer os ventiladores esta quinta-feira.
21 de Maio, 20201316 min

Dos 508 ventiladores encomendados pelo Estado português que ainda se encontram na China “chegarão em diferentes voos ao longo desta e da próxima semana”, bem como outro material necessário e doações de outras entidades. Segundo fonte governamental ,  os primeiros equipamentos deverão chegar a Lisboa já nesta quinta-feira de madrugada num voo da TAP.

Além dos ventiladores, espera-se a chegada também de equipamento de protecção médica, incluindo máscaras, luvas e fatos de protecção química. 

O valor pago por cada um, cerca de 18.500 euros, é inferior ao que agora é praticado no mercado chinês. Ao todo, o investimento ultrapassou os 9.2 milhões de euros. 

Ontem, na conferência de imprensa relativa ao ponto de situação da Covid-19 em Portugal, o secretário de Estado da Saúde António Lacerda Sales disse que o governo disse que os 500 ventiladores já se encontram na Embaixada de Portugal na China.

Um avião fretado pelo Estado português parte na madrugada desta quinta-feira de Pequim com o primeiro carregamento dos 500 ventiladores comprados pelo Governo a fornecedores chineses.

Em entrevista à Agência Lusa, o embaixador português em Pequim, José Augusto Duarte, afirma que “serão precisos quatro voos, fretados à companhia aérea portuguesa TAP, para transportar os ventiladores e restante equipamento de protecção médica, incluindo máscaras, luvas ou fatos de protecção química, entre compras do Estado e doações de privados”. 

Augusto Duarte enalteceu a convergência nacional que permitiu que os 500 ventiladores comprados pelo Estado português fossem entregues em tempo útil. “Não só temos o material a tempo e horas como também a um preço extremamente satisfatório, o que é óptimo para o erário público e deve-nos satisfazer a todos”. 

O súbito aumento na procura mundial levou a uma intensa competição entre Estados pelo acesso a ventiladores e outro equipamento, numa altura de interrupções nas cadeias de fornecimento devido ao estado de emergência que vigorou em diferentes partes do mundo.

Admitindo “imensas dificuldades” para garantir o material necessário no combate contra a epidemia do novo coronavírus, o embaixador elogiou a “convergência entre todas as instituições do Estado português e coordenação diária com a embaixada portuguesa”.

“São muitos os elementos que compõem um puzzle que dá depois como resultado final que Portugal tenha conseguido, primeiro que muitas outras nações, o resultado final que pretendia alcançar, e isso é muitíssimo importante”, contou.

O diplomata revelou ainda que, entre aviões fretados pelo estado e por privados, já foram realizados mais de 44 voos entre Portugal e a China com material hospitalar.

“A missão fica plenamente cumprida por parte da embaixada quando tivermos todos os aviões da TAP a retirar daqui o material e a chegar a Portugal, mas esta fase já foi concluída, está encerrada, e nós podemos em Portugal e aqui em Pequim dar-nos por satisfeitos”, disse.

Em Portugal, os dados divulgados pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) até ao momento indicam a existência de 29.660 casos confirmados e 1.263 mortes. O número de casos recuperados aumentou para 6.452.

 

 

 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *