CulturaMúsicaXinyan Wang na Fundação Oriente

Depois de actuar no Palácio Nacional de Queluz, pianista regressa a Lisboa para um concerto agendado para 16 de novembro às 19 horas.
5 de Novembro, 2019374 min

No próximo dia 16 de novembro pelas 19 horas, realiza-se, no Auditório da Fundação Oriente, o concerto Piano Solo com Xinyan Wang.

Xinyan Wang nasceu em 1996 e iniciou a sua formação musical aos 10 anos. Um ano mais tarde, “venceu o prestigiado concurso nacional XingHaiBei e aos 12 ficou em segundo lugar no 71º concurso nacional Steinway”, lê-se no comunicado de imprensa da Fundação Oriente. “Em 2008, foi distinguido com a bolsa para jovens talentos Yamaha e em 2009, ficou em 1º lugar no 73º concurso nacional Steinwat”, acrescenta.

Aos 16 anos, o pianista chinês viu a oportunidade de prosseguir os seus estudos na Academia de Música Ign Jana Paderewski em Poznan, na Polónia. Nesse mesmo ano, em 2012, Wang foi distinguido com o primeiro lugar no concurso polaco de jovens talentos em Cracóvia e desde 2014 estuda na Universidade Franz Liszt em Budapeste, na Hungria. 

No ano passado, participou, pela segunda vez, no Concurso Internacional de Piano de Leeds, ficando por entre o pódio, com o lugar de prata. Nesse concurso, foi lhe também atribuído o Medici.tv Best Audience Prize. Como prémio, a 11 de dezembro deste ano, o pianista terá a oportunidade de ver um espectáculo seu a ser transmitido em directo no famoso Wigmore Hall, uma sala de concertos britânica reconhecida pelos seus espetáculos de piano e música instrumental. 

Este ano, em setembro, Xinyan Wang foi convidado a atuar pela primeira vez em Portugal e Lisboa foi a cidade que o acolheu, integrando a lista de artistas musicais que compuseram a 54ª edição do Festival de Sinta – Da corte às cinzas. A 24 de setembro, pelas 21 horas, o pianista de 23 anos deslumbrou os apaixonados pela música na Sala de Espectáculos do Palácio Nacional de Queluz.  

Notícia relacionada.

Agora, Xinyan Wang regressa a Lisboa para um novo concerto. Para esta nova actuação, J.S. Bach (Toccata BWV 913), F. Schubert (Sonata para piano em Ré Menos D. 850); R. Schumann (Kinderszenen Op.15) e B. Bartók (Duas Danças Romenas Op. 8/a) foram os quatro temas escolhidos para conquistar a plateia ao longo dos noventa minutos do concerto.

O espectáculo decorre no dia ni16 de novembro pelas 19 horas, no Auditório da Fundação Oriente. A entrada tem um custo de 12 euros e é para maiores de seis anos.

 

 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *