ComunidadeEducaçãoMandarim sem pauzinhos

Catarina Zhang é professora na plataforma Superprof que disponibiliza aulas de chinês
15 de Julho, 20192305 min

Filha de pais de Xangai, nasceu em Portugal há 26 anos e há três descobriu o que quer fazer na vida.”Licenciei-me em Línguas, Literaturas e Culturas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Após alguns anos, tive sessões de coaching e percebi que o meu propósito de vida era ensinar” .

É assim que Catarina Zhang se apresenta actualmente na plataforma Superprof, onde pode ser encontrada por quem procura aulas de chinês em Lisboa.

Catarina Zhang conta que, como muitos jovens passou por uma altura em que não sabia bem o que fazer mas entretanto descobriu e dedicou-se a ensinar mandarim, inglês e português para estrangeiros.

Foi assim que nasceu o projecto “Mandarim Sem Pauzinhos”, como lhe chama Catarina.

mandarim“Trabalho com jovens estudantes ou adultos que estão a viver o desafio de enriquecer os seus conhecimentos e que procuram novas oportunidades para a sua vida. Ajudo-os a falar uma das línguas mais importantes e a conhecerem um mundo novo através de sessões individuais com apoio personalizado e adequado ao ritmo de cada um”, escreve a professora Catarina, na sua página, onde também indica que leva 15 euros por uma aula por webcam.

Professora Mandarim sem Pausinhos
Catarina Zhang

A primeira meia hora é gratuita e dedicada a conhecer o aluno e a fazer um diagnóstico inicial.

Do curriculum vitae consta ainda aulas de português para estrangeiros no BPN Paribas, em vários centros de explicação de Lisboa e uma experiência, -sempre a ensinar línguas – numa instituição solidária, uma IPSS, num bairro social da Pontinha.

No Superprof, uma plataforma internacional para professores de todas as matérias, Catarina é cinco estrelas. Quem aprendeu com ela salienta a paciência, o encorajamento, o equilíbrio entre a teoria e a prática, os bons materiais que utiliza. E recomenda-a. Com Catarina ganha-se confiança rápida no falar. É profissional e dedicada.

Nos últimos anos, as estatísticas revelam um aumento exponencial da procura de ensino e aprendizagem de português por chineses e vice-versa. Nas universidades, escolas secundárias e até em experiências piloto no ensino básico, aprender mandarim, está na ordem do dia.

E na hotelaria, na restauração, no sector da saúde, na importação e exportação, nos negócios em geral, o domínio das duas línguas, é uma competência cada vez mais procurada.

A Catarina está no bom caminho… e claro, com os novos booms de procura, a oferta passa por todo um mundo de novas modalidades, web e domicílio incluídos.

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *