ImportaçãoEconomiaCarros da Tesla produzidos na China já estão a ser enviados para Portugal

Portugal está incluído nos países europeus que irão receber durante o mês de novembro os carros elétricos produzidos na China.
27 de Outubro, 20202143 min

Portugal, Espanha, Alemanha, França, Itália, Holanda, Suíça, Suécia e Bélgica são os países europeus escolhidos pela Gigafactory de Xangai para receberem o primeiro lote do Modelo 3 da Tesla, produzidos na China. Ao todo, serão enviados cerca de 7 mil modelos da China para a Europa, de acordo com a notícia da imprensa chinesa local.

“Exportar para a Europa implica que o mercado europeu reconhece a qualidade dos Modelo 3 fabricados na China“, disse o diretor de operações e fabrico da unidade de produção da Tesla em Xangai, Song Gang, citado pelo jornal Shine.

Os veículos com destino ao porto de Zeebrugge, na Béligica, deverão chegar já no final deste mês de novembro, de acordo com as informações do jornal “The Paper”, citadas pelos meios de comunicação internacionais.

A fábrica, Gigafactory de Xangai, que é a primeira da Tesla construída fora dos Estados Unidos, tem como objetivo produzir cerca de 150 mil unidades este ano.

“Em causa está parte dos 143.036 veículos produzidos pela marca no terceiro trimestre deste ano, depois de ultrapassados os problemas no fabrico. A multinacional liderada por Elon Musk avançou ainda que a capacidade de produção do Model 3 na fábrica de Xangai atingiu as 250 mil unidades por ano desde a sua inauguração”.

No primeiro trimestre de 2020, o lucro da Tesla teve uma subida homóloga de mais de 200% para 331 milhões de dólares (perto de 280 milhões de euros).

A empresa norte-americana gerou receitas de 8,77 mil milhões de dólares (cerca de 7,43 mil milhões de euros), quando a expectativa do mercado apontava para apenas 8,36 mil milhões de dólares (aproximadamente 7,08 mil milhões de euros). Já as entregas trimestrais dispararam para 139.300 veículos.

Porém, na semana passada os reguladores chineses informaram que a Tesla está a fazer a chamada às oficinas (recall) de até 48.442 dos seus Model S e Model X produzidos nos Estados Unidos e vendidos a clientes na China, devido a suspensões dianteira e traseira potencialmente defeituosas e inseguras.

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *