MundoCapital Airlines retoma voos de ligação entre Portugal e China

A companhia aérea chinesa retoma assim os seus voos de ligação, após vários meses de interrupção devido à Covid-19. 
22 de Julho, 202017724 min

A companhia aérea chinesa Beijing Capital Airlines anunciou no final da semana passada que iria retomar os voos directos entre China e Portugal, após uma suspensão em março devido à pandemia provocada pela Covid-19. 

De acordo com a notícia publicada pelo jornal chinês Shaanxi Daily, a companhia aérea passa a voar para Lisboa todas as sextas-feiras à noite para aterrar no Aeroporto Humberto Delgado nas manhãs de sábado. 

“A Beijing Capital Airlines irá efectuar uma ligação para Lisboa todas as sextas-feiras à noite, usando um Airbus A330-200, com capacidade para 250 passageiros […] A ligação permitirá aos viajantes vindos da Cidade de Xi´an, no centro da China, chegarem à capital portuguesa na manhã de sábado, via Pequim”.  

No comunicado enviado ao jornal, a companhia refere que a retoma desta ligação vai novamente impulsionar as relações comerciais, económicas, turísticas e culturais, não apenas entre a China e Portugal, mas também com os restantes Países de Língua Portuguesa. 

“O reinício da única ligação aérea directa entre Portugal e a China será também uma forma conveniente para a comunidade chinesa em Portugal e os cidadãos chineses que se encontrem no país puderem viajar para a China, sublinha a Capital Airlines.

Durante os vários meses da pandemia, a Beijing Capital Airlines organizou, junto com as autoridades portuguesas e chinesas competentes, dois voos de repatriamento entre Portugal e China. Os voos realizaram-se a 20 e 27 de junho, entre o aeroporto de Xi´an, no noroeste chinês, e Lisboa, a capital portuguesa com o objectivo de repatriar cidadãos que ficaram retidos em ambos os países devido à Covid-19. 

Passageiros chineses puderam regressar à China e passageiros detentores do passaporte português puderam embarcar em Xi’an com destino a Portugal, bem como passageiros de outra nacionalidade na União Europeia que fizessem escala em Lisboa para o seu país. 

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *