AgendaComunidadeCulturaLisboa pronta para Ano Novo Chinês 

Sob o signo do Rato,"que representa a agilidade, a inteligência e a acumulação de riqueza", actividades decorrem de 18 e 19 de janeiro.
9 de Janeiro, 202038089 min

O Ano Novo Chinês celebra-se a 25 de Janeiro, mas em Lisboa as comemorações começam no fim de semana de 18 e 19 de Janeiro. Espectáculos, desfiles e tradições não vão faltar. O Programa das Comemorações do Ano Novo Chinês em Lisboa foi apresentado esta manhã, nos Paços do Concelho de Lisboa. 

Na apresentação estiveram presentes o Embaixador da Câmara Municipal de Lisboa, Santana Carlos, a Conselheira da Cultura da Embaixada da China, Li Ji, e o Presidente da Assembleia Geral da Associação dos Novos Amigos da Rota da Seda, Choi Man Hin. A planificação das actividades ficou a cargo de Li Ji. 

Na foto: Santana Carlos, Embaixador da Câmara Municipal de Lisboa), Conselheira da Cultura da Embaixada da China, Li Ji, e Presidente da Assembleia Geral da Associação dos Novos Amigos da Rota da Seda, Choi Man Hin 

O ano de 2019 celebrou o Ano do Porco e o final dos doze signos que compõem o horóscopo chinês. Este ano, é a vez do Rato, que marca assim um novo ciclo de doze anos, já que é o primeiro signo do calendário lunar e “que representa a agilidade, a inteligência e a acumulação de riqueza”.

Em Lisboa, as celebrações do Ano Novo Chinês decorrem no fim de semana de 18 e 19 de Janeiro. “Queremos que toda a comunidade local, quer seja chinesa, portuguesa ou estrangeira, esteja presente e que participe nas diversas actividades e tornar as celebrações do Ano Novo Chinês 2020 inesquecíveis”. Foi a pensar nessa inclusão que a organização decidiu agendar as festividades para o fim de semana. 

Da China, viajam dois grupos artísticos para participar nas celebrações. Um proveniente da Província de Shanxi, o outro da Universidade de Macau. Trazem danças folclóricas e músicas tradicionais alusivas ao ano novo. “É com muita satisfação que recebermos artísticas da Província de Shanxi e o Grupo Estudantil da Universidade de Macau para abrilhantar as celebrações junto de toda a comunidade chinesa que está longe da sua terra natal, assim como de todos os amigos portugueses”. 

Quanto ao desfile, realiza-se na manhã do dia 18, a partir das 11 horas. A Igreja dos Anjos é o local de partida. Depois, é feita a subida pela Avenida Almirante Reis até aos Jardins da Alameda.

Nos Jardins de Alameda, haverá a habitual Feira Temática, com espectáculos de artes marciais, bailados e teatros. Além das diversas apresentações artísticas que decorrerão no palco, haverá também diversas barracas com comida e bebidas típicas do ano novo, e de artesanato tradicional chinês. Nos dois dias de festa, a animação está garantida entre as 10 e as 17 horas em Alameda.

Durante esses dois dias, esta zona da cidade estará decorada a rigor. Dragões e Leões de Papel, Lanternas e Balões Vermelhos não podem faltar. A cor usada é a vermelha, “símbolo de transformação, movimento e vida”. 

Com Portugal e China a estarem cada vez mais próximos, faz “todo o sentido celebrar cá [Portugal] o Ano Novo Chinês, já que é celebração mais importante e aguardada pela comunidade chinesa.

Além disso, é uma oportunidade para mostrar a cooperação entre as comunidades portuguesas e chinesas. É uma forma de Portugal conhecer as nossas tradições e costumes”, disse Choi Man Hin, Presidente da Assembleia Geral da Associação dos Novos Amigos da Rota da Seda.

Além da capital, Lagoa, Coimbra, Vila do Conde e Braga preparam-se também para festejar o Ano Novo Chinês, com convívios, espectáculos e actividades temáticas. “É um momento de celebração entre família e amigos”, acrescentou.

Na conferência de imprensa, esteve também presente um representante do Grupo Fidelidade, que congratulou os esforços da organização em trazer esta tradição para Portugal.

“É com grande satisfação que mais um ano o Grupo Fidelidade associa-se a esta celebração do Ano Novo Chinês. Tendo o grupo fortes relações de cooperação com a China, torna-se uma responsabilidade natural associar-se a estas festividades, as mais importantes para a comunidade chinesa. A nossa preocupação é constante para esta comunidade”. 

Saber mais.

Deixa uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Posts Relacionados

Covid-19: Agir preventivamente 

Covid-19: Agir preventivamente 

26 de Março, 2020
15 min 111
China solidária no combate ao Covid-19

China solidária no combate ao Covid-19

24 de Março, 2020
10 min 515